Categorias Super Indico

Expressar-se é divino, expressões idiomáticas é do balacobaco!

Publicado em
Foto de duas mãos com expressões descritas nas palmas.
Imagem: Pixabay

Quem não gosta de saber uma expressão idiomática divertida? Em todo idioma elas se fazem presentes. São intrigantes, causam curiosidade, estranhamento, refletem um pouco de como outros povos pensam, sua cultura, clima local ou de como era tudo isso em determinado período do tempo. Para mim é de mais, adoro colecionar expressões idiomáticas do mundo todo.

Caso você esteja no México e ouvir alguém te perguntar ¿Dónde es la peda? (Onde está o peido?) não é nenhum insulto a sua pessoa, acalme-se, ir atrás do peido é tentar descobrir onde está rolando a festa. Viu só, pode ir a festa tranquilo, como diz uma expressão sueca Det är ingen ko på isen (Não há nenhuma vaca no gelo), não se preocupe, não há perigo, está tudo certo, sem boi.

Agora se essa festa fosse no Haiti e houvesse muito barulho, provavelmente poderia ouvir algum incomodado dizer Ban m zòrèy mwen (Me dê meus ouvidos), costuma ser usada para mandar um grupo barulhento calar a boca, idioma crioulo. O que pode ser um Piece of cake (pedaço de bolo) um trabalho, tarefa ou atividade que é fácil ou simples (Americano).

Mais fácil ainda é Buy a lemon (comprar um limão) algo como comprar gato por lebre. Comprou um veículo que sempre te dá trabalho e te deixa na mão? “Você comprou um limão!” (Canadense). Ainda assim não precisa se sentir mal, existem pessoas que querem Portare l’acqua con gli orecchi (trazer água com os ouvidos, fazer das tripas coração) fazem tudo por alguém, são capazes de tudo por essa pessoa (Italiano).

Se for sortudo ou merecedor vai acontecer com você a Blue moon (lua azul) mais conhecida como “uma vez na lua azul” ou seja algo que acontece muito raramente, uma vez na vida e outra na morte, no dia de são nunca (Canadense). Se fosse comigo certamente diria Upala mu sekira u med (meu machado caiu no mel) usa-se quando algo muito bom e inesperado acontece conosco (Croácia).

Se isso também acontecer com você pode Die Ohren spitzen (apontar as orelhas) ficar de antenas ligadas e não precisa Die Stirn haben (ter a testa) de protestar. Essa última expressão significa atrever-se, ter coragem ou a ousadia de fazer alguma coisa (ambas as duas últimas provém do alemão, porém atualmente não são mais utilizadas no dialeto).

Cada expressão criativa desses humanos não? Hahah

Vocês gostam de colecionar alguma coisa? Acham que alguma dessas expressões pegaria aqui no Brasil? Tem alguma que não citei aqui e que gostariam de comentar?

Muita inspiração a todos! Espero que tenham dado boas risadas.

AF

Amanda Fontenelle

Brasileira, paulistana, apaixonada por idiomas e viajar. Amo aprender, caminhar na natureza, relaxar em dias de chuva com um bom livro e adoro cheiro de mato molhado. Compartilho ideias por aqui com muito amor e carinho. ;)

3 pensamentos em “Expressar-se é divino, expressões idiomáticas é do balacobaco!”

Deixe uma resposta para Magda Leite da Silva Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *